Pao de queijo Curitiba

Pão de queijo

Combine os deliciosos pães de queijo da Food Store com agilidade e economia e terá tardes saborosas. São fáceis de assar e não contém glúten, tudo com a qualidade que você deseja, ENTREGUE DIRETO NA SUA CASA.




Modo de Preparo

FORNO CONVENCIONAL
Pré-aqueça o forno por 15 minutos a 180ºC e asse por aproximadamente 30 minutos até ficar dourado.

FORNO ELÉTRICO
Pré-aqueça o forno por 15 minutos a 180ºC e asse por aproximadamente 30 minutos até ficar dourado.

FRITADEIRA SEM ÓLEO (AIR FRY)
Coloque os pães de queijo na cesta e programe a fritadeira por aproximadamente 15 minutos a 200ºC.

FORNO INDUSTRIAL
Pré-aqueça o forno por 15 minutos a 130ºC e asse por aproximadamente 20 minutos até ficar dourado.




Veja 7 benefícios de uma vida sem glúten

- Há melhora na digestão, contribuindo para redução de sintomas de diarreia, refluxo e cólicas intestinais causadas pela sensibilidade ao glúten.

- Perda de peso de forma rápida, pois a maioria dos alimentos fonte de carboidrato possuem glúten;

- Reduz inflamações causadas por doenças autoimunes, artrites e problemas intestinais;

- Diminuição da fome e compulsão;

- Combate a obesidade;

- Diminui alterações de pH que provocam danos aos ossos;

- Previne o aparecimento de osteoporose e anemia nas pessoas que apresentam a sensibilidade ou alergia a proteína do glúten e que acabam comprometendo o funcionamento normal do intestino.

Você conhece a história do pão de queijo?

O pão de queijo é uma iguaria oriunda da América do Sul, muito popular no Brasil. É uma variação da chipa, receita criada pelas missões jesuíticas, com influências indígena e europeia, que é típica de países como Paraguai e Argentina. Teria entrado no Brasil por volta da década de 1860.

Os primeiros registros do pão de queijo brasileiro são da década de 1950. Nos anos 1960, a receita foi disseminada pela cozinheira e empresária mineira Arthêmia Chaves Carneiro, que vendia a iguaria em diversos restaurantes do estado de São Paulo.

Ingredientes principais

Apesar de ser denominado como "pão", o pão de queijo consiste basicamente em um tipo de biscoito de polvilho azedo ou doce acrescido de ovos, sal, óleo vegetal e queijo, de consistência macia e elástica, existindo pequenas variações. Há várias receitas diferentes, onde os ingredientes e o tipo do queijo variam muito - bem como o resultado final. Algumas usam polvilho doce, outras o azedo, ou mesmo ambos. Mas o que dá a sua principal característica é o fato de ser feito à base de polvilho de mandioca e algum tipo de queijo.

A gordura - banha de porco, óleo vegetal, manteiga ou margarina - funciona como um lubrificante molecular, contribuindo para a textura elástica da massa. O ovo contribui com a cor e seu sabor. O tipo de queijo varia de acordo com a preferência ou disponibilidade. Os mais utilizados são mussarela, parmesão e minas frescal. O queijo dá o sabor típico do pão de queijo, daí seu nome. Existe também o pão de queijo escaldado, técnica de preparo que exige utilizar água fervente, às vezes misturada com óleo vegetal no polvilho. O pão de queijo escaldado tem um sabor mais próximo do natural, já que no processo de escaldamento a massa fica pré-cozida.

Algumas receitas usam batata.

Em outros países

O Paraguai, o Uruguai e a Argentina possuem uma iguaria conhecida como "chipa" (nome também utilizado no estado brasileiro do Mato Grosso do Sul), cuja diferença para o pão de queijo é seu formato em "U". Na Colômbia, um produto muito similar ao pão de queijo, exceto pelo formato mais tradicional (achatado), é o "pandebono". Assim como o pão de queijo, o pandebono possui textura esponjosa, de baixa densidade, e que endurece em pouco tempo, características que se atribuem ao polvilho azedo, conhecido no país como almidón de yuca fermentado e que é obtido em um processo idêntico ao empregado no Brasil. No Equador, existe o "pandeyuca", que é exatamente igual ao pão de queijo brasileiro, na textura, formato e sabor. Já na Bolívia se consome o cuñapé.



Facebook
Instagram